quinta-feira, 19 de maio de 2011

FICHA: Os O'Hurley - Livro 1: Abigail - Nora Roberts


Sessão Especial: Literatura de Banca

" Dylan pensara nela a noite toda, e durante a manhã, mas jamais esperara abordá-la daquele jeito. Havia fogo e fumaça impedindo-o de ver com clareza. O corpo dela estava tenso contra o dele, como se Abigail estivesse resistindo à paixão que ele sentia crescer. Os dedos dela não estavam apenas sobre os ombros de Dylan; estavam cravados neles. Dylan era quase capaz de ouvir o coração dela batendo forte em sua garganta — por medo, excitação, desejo, ele não se importava. Desde que fosse por causa dele!
Então, com uma facilidade incrível, Abigail relaxou. Seus lábios ficaram mais macios e seu corpo se rendeu. Ela era dele."


O livro


O livro começa mostrando o parto das trigêmeas O'Hurley, e que uma delas se chamaria Abigail (Abby) em homenagem à esposa do médico, de mesmo nome. Agora Abby já é adulta, viúva e mãe de dois garotinhos. Ela foi muito magoada pelo primeiro marido e não quer se envolver com outro homem, ama muito os filhos e cuida da casa e da fazenda.

Ela conheceu o falecido marido, Chuck, aos 18 anos e se encantou, casando-se rapidamente. O casamento foi breve e muito conturbado, o marido, que era um famoso piloto, faleceu em um acidente de carro durante uma corrida. Ela aceitou o convite de um escritor para escrever a biografia do seu falecido marido por causa dos seus filhos, para que eles tivessem uma boa imagem do pai.

Dylan, o escritor, terá que passar um bom tempo com ela para escrever o livro. Ele acha que ela era uma mulher interesseira e egoísta, que havia se casado pela fortuna do marido, e aceitara fazer o livro também por dinheiro. Ele passou por um casamento curto seguido de divórcio e não tinha uma boa opinião sobre as mulheres.

Ao chegar à casa de Abby, se impressiona com a simplicidade. Ele conhece os dois filhos dela, Chris e Ben, e o trabalho cotidiano dela na fazenda. Dylan percebe que ela mente sempre que conversam sobre o falecido marido para a biografia. Eles começam a se envolver cada vez mais e Dylan percebe o quanto estava enganado em relação à Abby.

Confiando cada vez mais nele ela vai contanto aos poucos todo o sofrimento pelo que passou no seu casamento e o quanto fora magoada pelo marido. Cada vez mais Dylan se afeiçoa pelos meninos, por Abby e pela vida que eles levam na fazenda. A família de Abby vem visitá-la e passam alguns dias com eles. Com a ajuda de Chantel, uma das trigêmeas, Dylan tem todas as suas dúvidas resolvidas e está pronto para começar uma nova vida com Abby.

Opinião Pessoal

Este livro é o primeiro de uma série de quatro, sobre a família O'Hurley. Logo vemos o amor que existe nesta família, os laços incrivelmente fortes que os mantém unidos, mesmo que cada um tenha seguido seu caminho.Os dois estavam determinados a não se envolver, mas ao conviver com Abby e seus filho, Dylan passa a desejar fazer parte daquele mundo.

Dylan é um escritor determinado e desconfiado, acostumado a ver as pessoas mentirem. Abby é uma mulher simples e forte, que cuida dos filhos e da fazenda, mas ao mesmo tempo está fragilizada pelo relacionamento anterior, até que Dylan vai derrubando suas barreiras. Vemos o carinho de Dylan pelos meninos crescendo e o amor por Abby também. Marcado pelo relacionamento anterior, ele se mantém desconfiado até o último momento, quando percebe que seus temores são infundados e resolve se arriscar e lutar pela mulher que ama.


Veja os outros livros da coleção Os O'Hurley:
- Livro 2: Maddy
- Livro 3: Chantel
- Livro 4: Trace

Veja outros livros de Literatura de Banca.

0 comentários: