sexta-feira, 27 de maio de 2011

FICHA: Os O'Hurley - Livro 2: Maddy - Nora Roberts

Sessão Especial: Literatura de Banca

" Eu sei que você é capaz de viver sem mim. Sei que você é capaz de chegar ao topo sem mim. E talvez, só talvez, eu possa me afastar de você e sobreviver. Mas não quero arriscar. Farei tudo o que posso para não ter de arriscar."


O livro


Enquanto Abby é a irmã mais tranquila e responsável, que sai do mundo artístico para criar seus dois filhos em uma fazenda, Maddy é um furacão. Cheia de energia e deslocada, adora roupas coloridas, a bagunça do teatro e tem seu coração na dança. Ela está conseguindo com muito esforço uma carreira de sucesso dançando em musicais da Broadway, e seu dia é uma correria entre ensaios e aulas. Acabara de abandonar um espetáculo de sucesso para lançar-se em busca de mais um desafio. Nesta nova peça, ela interpretará uma dançarina de boate.

Ao sair de mais um ensaio, ela quase é assaltada, sendo salva por Reed Valentine, o patrocinador do espetáculo. Eles se encantam imediatamente, embora também percebam o quanto são diferentes um do outro. Maddy não consegue desviar os olhos daquele homem lindo e conservador. Reed fica desnorteado com aquela menina, espontânea, pequena e vibrante, tão diferente da mulher imponente que ele vira nos palcos.

Quando ela vai embora, ele vê que a escova de cabelo dela havia caído e a leva, querendo ter um pretexto para vê-la outra vez. Ele aparece em um ensaio para devolver a escova e fica maravilhado vendo-a dançar. Maddy impulsivamente convida-o para jantar na casa dela e eles têm um jantar maravilhoso, mas vai embora antes de se envolver mais.

Maddy vai ao trabalho de Reed, para entregar a ele uma planta que estava no apartamento dela e que estava morrendo por que ela não sabia como cuidar. Ela encontra o pai de Reed lá, que também fora visitá-lo. O pai dele diz que um dos motivos de patrocinar o espetáculo foi o fato de ter conhecido a família dela há muito tempo. Maddy convida Reed para sair novamente e ele a leva para um restaurante. Eles jantam, saem para dar um passeio e se beijam, mas Reed se afasta. Percebendo a irritação dele pelo que aconteceu, ela vai embora magoada e sozinha.

Maddy conversa com sua amiga Wanda e resolve não desistir. Ela vai ao apartamento de Reed. Ao ver a plantinha que havia levado por lá, se sente mais confiante. Ele confessa que se sente atraído por ela, mas que ela não quer apenas um caso. Ela propõe que sejam amigos e eles passam a se ver com freqüência.

O pai de Reed o convida para assistir um ensaio e eles almoçam com Maddy. Durante o almoço, o pai dele a convida para acompanhá-lo em uma festa. Ela fica feliz em aceitar, mas percebe que Reed a olha irritado e decide ir embora. Eles discutem e ela diz que não irá a festa, já que ele tem vergonha de ser visto com ela. Então ela diz que ele não quer que exista nada entre eles e ele a beija, dizendo que não é verdade. Ele a chama para ir a casa dele depois, para conversarem e esclarecerem a situação.

Ao chegar em casa ela encontra a irmã, Chantel. Ela passa três dias com Maddy, conta as novidades sobre a família e também conversam sobre Reed. Chantel vai embora e chega o dia de Maddy encontrar Reed. Eles passam a noite juntos. Na manhã seguinte ele pensa que ela foi embora e se sente triste e vazio, mas a encontra na cozinha fazendo o café da manhã. Isso o deixa muito feliz. Ele a leva para cama novamente e ela diz que o ama. Reed diz para Maddy que ela está mentindo e ela vai embora magoada, sem se despedir dele.

Maddy vai à festa. Ela dança com o pai de Reed e com outros dançarinos. Ao ver Reed a observando, ela foge para o terraço e ele a segue. Eles confessam que pensaram todo o tempo um no outro e se beijam. Ele pede para Maddy voltar, mas ela diz que não e pede que ele vá embora. O pai de Reed ouve parte da conversa e leva Maddy para casa. Lá ele conta que sofreu um acidente quando Reed tinha 5 anos e descobriu que ele não era seu filho. A mãe de Reed contou tudo para o filho e o abandonou, deixando-o com uma vizinha. Quando sai do hospital, o pai de Reed também o deixa com a vizinha por um mês, até conhecer o pai de Maddy, que o aconselha a voltar.

Reed é surpreendido por uma batida na porta e vê Maddy. Ela faz um streaptease para ele e eles passam a noite juntos. Maddy parte no dia seguinte para a Filadélfia para a estréia do espetáculo. Reed avisa que não poderá ir à estréia. Maddy encontra sua mãe, seu pai, e Abby, com Dylan e os filhos. Abby conta que está grávida. A família sai à noite e volta bem tarde. Reed tenta ligar várias vezes durante a noite e como Maddy não atende, ele resolve viajar para vê-la. Maddy acorda com Reed batendo à sua porta. No início ela fica feliz em vê-lo, mas eles brigam porque Reed só fora até lá por achar que ela estava com outro homem. Ele diz que também ficou preocupado com ela. Eles se reconciliam e passam a noite juntos. No dia seguinte, Reed e o pai conhecem a família de Maddy. Quando estão sozinhos, Reed fala de forma fria para Maddy que se casamento é tão importante para ela eles assinarão um contrato. Mas Maddy não quer um papel e sim sentimentos, então o manda embora e chora. Reed conversa com o pai, conta seus medos e confessa que a ama, aconselhado pelo pai decide consertar as coisas.

Opinião Pessoal

Este livro é o segundo de uma série de quatro, sobre a família O'Hurley. Maddy e Reed são de mundos completamente diferentes. Ela é espontânea, amável e cheia de vida, e ele é realista e conservador. Mesmo assim, Maddy e Reed não negam a grande atração que existe entre eles e sabem o quanto precisam um do outro, mas ele não admite que possa existir algo mais profundo.

Ele foi muito marcado na infância pelo desastroso relacionamento dos seus pais e não acredita em amor, mas Maddy é uma pessoa otimista e mesmo sendo magoada, não desiste dele. Por várias vezes ela o procura, mesmo que ele tente afastá-la. Aos poucos Reed vai se rendendo e não consegue mais fugir do que sente. A família O'Hurley também está presente, com o mesmo amor de sempre. Vemos a Abby grávida e super feliz com o Dylan, e os comentários sobre Chantel e Trace deixam dicas para os livros que virão.


Veja os outros livros da coleção Os O'Hurley:
- Livro 1: Abigail
- Livro 3: Chantel
- Livro 4: Trace

Veja outros livros de Literatura de Banca.

0 comentários: