terça-feira, 20 de dezembro de 2011

FICHA: Duque Apaixonado - Sally Mackenzie

Sessão Especial: Literatura de Banca

"— Não posso acreditar. Uma moça teria de ser cega para não se apaixonar por você.
James sorriu.
— Então você é cega, Sarah? Ou isso significa que está apaixonada por mim?"


O livro


Depois da morte do pai, Sarah vai para a Inglaterra procurar o seu tio. Depois de uma longa viagem ela chega exausta em uma estalagem. Um jovem bêbado chamado Robbie pensa que ela é uma prostituta e a leva para o quarto do amigo, ela pensa que o rapaz cedeu o quarto para ela e adormece, nua e exausta. Mais tarde o dono do quarto, chamado James, entra e vê a jovem dormindo, também imagina se tratar de uma prostituta e adormece nu ao lado dela.

No dia seguinte ele acorda e a beija, despertando-a, e ela fica surpresa e ofendida ao ver um homem nu no quarto com ela. Neste momento a porta se abre e as tias de James, entre outras pessoas, param na porta do quarto ao ver os jovens na cama. Já vestidos, todos se reúnem para esclarecer a situação:  Robbie na verdade é primo de Sarah e não fazia idéia de quem ela era quando a levou para o quarto de James. James decide casar-se com ela para proteger sua honra, mas ela diz que não o conhece e precisa de tempo. Como Robbie mora sozinho e não poderia hospedar a jovem, ela fica na casa de James aos cuidados das tias dele. James a leva para um passeio pela propriedade e a beija, mas uma bala os interrompe passando de raspão no braço dele. James tem certeza que o primo dele, chamado Richard, é o autor dos atentados.

Todos vão para a temporada em Londres, onde a irmã mais nova de James será apresentada à sociedade. Nos bailes Richard aparece e ameaça Sarah, ela também descobre que James tem fama de ser um conquistador que dorme com muitas mulheres. Eles se mantém distantes até que a história sobre a noite em que dormiram na estalagem se espalha em um baile e todos a tratam como uma amante. Ela corre para o jardim e quase é estuprada por um comparsa de Richard, sendo salva por James. Sarah decide conversar com James sobre a fama dele de libertino e vai ao quarto dele, eles conversam e ela descobre que tudo é um boato: na verdade ele também é virgem. Eles perdem a virgindade juntos e casam-se no dia seguinte. Sarah é seqüestrada por Richard em um baile e James correrá contra o tempo para salvar Sarah das garras do seu inimigo.

Opinião Pessoal

Diferente da maioria dos livros de literatura de banca, o casal se entende bem e não tenta negar o que sente. Senti falta de um pouquinho da arrogância e auto-confiança típica dos mocinhos, mas isso não o deixa menos interessante, ele é gentil, romântico e está determinado a conquistá-la. Ela é uma jovem idealista que deseja se casar por amor, mas não acredita ter as qualidades necessárias para ser uma duquesa. Tudo correria bem se não fosse a atuação do vilão, realmente cruel.

O livro tem passagens pontuadas por bom humor e a situação em que o casal se conhece é inusitada. Inusitado também é o fato do duque ainda ser virgem com a idade que tem e o comportamento da garota ao acordar nua ao lado de um estranho. Embora não traga grandes surpresas, é uma boa leitura, fluente e agradável.

Esse é o primeiro livro da série Nobres Apaixonados. Confira os títulos abaixo e clique no título para ver a ficha de cada um:

1. Duque Apaixonado
2. Marquês Apaixonado
3. Conde Apaixonado
4. Cavalheiro Apaixonado
5. Barão Apaixonado


Veja outros livros de Literatura de Banca.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

FICHA: Guia do Herói para Vencer Dragões Mortais

"- Olá, B-B-Banguela - admirou Mosca da Tempestade, abanando delicadamente a cauda amarela. - Aaah, você parece mesmo feroz... Ferozmente bonito. Que asinhas vistosas você tem!
Com isso, Banguela infou o peito e começou a voar em loopings, todo orgulhoso. Estava tão ocupado se exibindo que nem notou o sorriso travesso no rosto sorridente de Mosca da Tempestade, que ia mudando lentamente de amarelo para roxo."


Autor(a): Cressida Cowell
Editora: Intrínseca
Ano: 2010
Número de Páginas: 256
Título Original: A Hero's Guide to Deadly Dragons
ISBN: 978-85-8057-061-8
Filme: Não. Só para o primeiro livro da série.
Jogo: Não. Só para o primeiro livro da série.
Indicado para: Quem gosta de livros infantis e divertidos, que despertam a fantasia.
Contra-indicado para: Quem prefere livros mais adultos e próximos à realidade.
Livros Relacionados: Não me recordo de nenhum, no momento.

O livro


Sexto livro da série Como Treinar o Seu Dragão. Nosso jovem herói Soluço está fazendo aniversário, completando doze anos, e tudo o que ele quer é um dia tranquilo. Porém o seu dia inesperadamente se transforma em uma grande e perigosa aventura em busca de um novo exemplar do livro "Como Treinar o Seu Dragão". Para consegui-lo ele precisará enfrentar um bibliotecário maluco, uma biblioteca sombria, diversos dragões perigosíssimos e membros da tribo Assassina. Seus amigos, é claro, o acompanharão nesta divertida aventura e o ajudarão a sair vivo dela. Soluço também contará com a sua sempre boa sorte, seus grandes conhecimentos sobre dragões e sua mente rápida. Nessa aventura, Soluço fará com que os vikings repensem seu ponto de vista sobre a importância dos livros, mostrando como eles podem ser úteis e até mesmo salvar vidas.

Resumo
(Atenção: Não leia se não quiser saber a história e o final do livro!)

Soluço, filho do chefe da Tribo dos Hooligans Cabeludos, acorda feliz no seu aniversário de doze anos, mas logo as coisas começam a dar errado. Está acontecendo um Torneio de Roubo e os Hooligans perdem para as Ladras do Pântano, Stoico (chefe dos Hooligans) aposta com Bertha (chefe das Ladras) que provará até o fim do dia que eles são tão bons quanto elas. Ele pretende fazer isso mostrando o livro que os Hooligans roubaram da sinistra Biblioteca dos Cabeças-ocas, porém Banguela, o dragão de Soluço, destruiu o livro. Soluço resolve ir à Biblioteca roubar outtro exemplar antes que seu pai descubra, para isso conta com a ajuda de Camicazi, filha de Bertha, e Perna-de-peixe, seu melhor amigo.

Para ir até a Biblioteca eles pegam o Dragão Furtivo, um dragão quase invisível, que Bertha roubou de Insensato, o Assassino. Na Biblioteca eles acham o livro, escapam do louco bibliotecário Cabelo Assustado, de perigosos Dragões-broca e Vermipífios Venenosos, Soluço também descobre que lá existem livros escritos por seus ancestrais. Eles vão embora a tempo de ver a Biblioteca ser invadida pela Tribo Assassina, que rastrearam o Dragão Furtivo roubado.

O bibliotecário vai furioso até Stoico e Bertha e tenta matá-los, mas o Dragão Furtivo o detém sentando em cima dele e deixando-o inconsciente. Insensato chega e Soluço inventa uma boa história para explicar o que o dragão dele fazia ali:  ele diz que o dragão foi roubado pelo bibliotecário e Bertha o deteve. Insensato acredita e vai embora com seu Dragão Furtivo, levando o bibliotecário desacordado para as Terras de Escravos dos Criminosos Feiosos.

Bertha admite que perdeu a aposta, afinal Soluço roubou o Dragão Furtivo dela, o livro da biblioteca e ainda a salvou de Insensato, o Assassino. Stoico fica muito feliz e permite que Soluço peça o que quiser de presente de aniversário. Soluço então pede que a Biblioteca seja reaberta ao público e fica muito feliz pelo seu presente.

Opinião Pessoal

Divertido, inteligente, leve, cheio de ação e desenhos engraçados: outro excelente livro sobre a história de Soluço. Um novo personagem aparece na história: Mosca da Tempestade, a dragoa de Camicazi. Ela encanta Banguela, o dragão de Soluço, e esse casal de dragões promete muita encrenca no futuro. O enredo é mais simples do que os livros anteriores e não guarda grandes surpresas, mesmo assim é um excelente livro que se mantém fiel à série. Tenho a sensação de que o bibliotecário Cabelo Assustado ainda aparecerá no futuro, será ele um novo vilão? A série está mesmo precisando de um. Nosso garoto está crescendo e não vejo a hora de ler as suas aventuras de adolescente, espero que a série ainda nos traga muitos livros, para que possamos acompanhá-lo até a vida adulta.


Veja o primeiro livro da série: Como Treinar o Seu Dragão.
Veja o segundo livro da série: Como Ser um Pirata 
Veja o terceiro livro da série: Como Falar Dragonês 
Veja o quarto livro da série: Como Quebrar a Maldição de um Dragão 
Veja o quinto livro da série: Como Mudar uma História de Dragão

Veja mais livros de Ficção.
Veja mais livros de Aventura.

sábado, 17 de dezembro de 2011

FICHA: Como Mudar uma História de Dragão

"- Ah, mas ela era linda! - suspirou o Guarda-peito. - Suas adoráveis pernas grossas, brancas e musculosas! Suas coxas prodigiosas! Sua barbinha macia! Seu excelente braço para a espada!"


Autor(a): Cressida Cowell
Editora: Intrínseca
Ano: 2010
Número de Páginas: 256
Título Original: How to Twist a Dragon's Tale
ISBN: 978-85-8057-006-9
Filme: Não. Só para o primeiro livro da série.
Jogo: Não. Só para o primeiro livro da série.
Indicado para: Quem gosta de livros infantis e divertidos, que despertam a fantasia.
Contra-indicado para: Quem prefere livros mais adultos e próximos à realidade.
Livros Relacionados: Não me recordo de nenhum, no momento.

O livro


Quinto livro da série Como Treinar o Seu Dragão. Agora o arquipélago enfrenta uma terrível onda de calor que traz consigo maus presságios. Os Dragões Exterminadores estão despertando e Soluço precisa impedir que o vulcão não entre em erupção, mas essa não será uma tarefa fácil. Além dos seus fiéis amigos e seus dragões, ele será ajudado nessa aventura por Fabuloso Figurão, um verdadeiro ex-herói Viking, descobrindo uma antiga e triste história de amor.

Resumo
(Atenção: Não leia se não quiser saber a história e o final do livro!)

Os vikings enfrentam uma onda de calor e os jovens da Tribo dos Hooligans Cabeludos estão em uma aula de pastoreio de renas montando dragão. Entre eles está Soluço, filho do chefe da tribo, com seus dragões: Banguela, um dragãozinho de caça teimoso e sem dentes, e Caminhante do Vento, um dragão manco de montaria. Eles são atacados por Dragões Exterminadores e Soluço é salvo por Fabuloso Figurão, um ex-herói viking. Stoico contrata o ex-herói para ser o guarda-peito do seu filho Soluço, ou seja, uma espécie de guarda-costas.

Vários acidentes acontecem com Soluço, mas ele sempre é salvo no último minuto por Fabuloso Figurão. Uma noite Soluço acorda e encontra Fabuloso prestes a matá-lo, mas ele desiste e conta sua história para Soluço. Ele diz que quando era jovem apaixonou-se pela mãe de Soluço, Valhalarama, e o pai dela, atual avô de Soluço, diz que só dará a mão da filha para quem trouxer a Pedra de Fogo da Ilha dos Lava-loucos. Ele vai em busca da pedra e Valhalarama entrega metade de um coração de rubi para ele, dizendo que deveria enviar esse objeto para ela caso precisasse de ajuda. Ele é apriosionado na Ilha dos Lava-loucos e pede para o carcereiro que envie o rubi, o carcereiro o engana e diz que Valhalarama não se importava. Ele fica quinze anos preso, até que os exterminadores começam a acordar e todos fogem da ilha, o carcereiro volta e pede que ele mate Soluço. Por isso aconteceram tantos acidente com Soluço, Fabuloso Figurão tentou matá-lo várias vezes mas desistiu na última hora por gostar do garoto. Soluço percebe que o carcereiro na verdade é Alvin, seu arqui-inimigo.

Stoico entregou a Pedra de Fogo há muito tempo atrás para o pai de Valhalarama e casou-se com ela, porém essa Pedra mantinha o vulcão dormindo e os Dragões Exterminadores em seus ovos. Durante todos esse anos o vulcão foi despertando até este momento, em que está prestes a explodir e liberar os terríveis dragões. Soluço decide devolver a Pedra ao vulcão e parte com seus amigos, deixando o pai dele furioso por pensar que ele está fugindo. Quando percebe que estava enganado, o pai de Soluço parte para ajudá-lo.

Eles chegam à Ilha e encontram Alvin, que rouba a Pedra de Fogo. O vulcão entra em erupção, liberando os Dragões Exterminadores. Todos os garotos fogem, enquanto Banguela pega a Pedra de volta e joga no Vulcão. A Pedra na verdade é um ovo que se choca no calor do vulcão, surge então um Dragão de Fogo, que se alimenta exclusivamente de Exterminadores. Ele come os Exterminadores e mergulha novamente no vulcão. Sem os exterminadores, todos voltam felizes para casa.

Opinião Pessoal

Este livro traz todos os amigos de Soluço mais uma vez, vivendo uma bem escrita aventura, porém traz uma novidade: uma história de amor. Achei o enredo deste livro mais surpreendente e complexo, cheio de tramas que se encaixam de forma perfeita, sem perder a leveza, a diversão e o ar infantil. O livro continua engraçado, cheio de ação e repleto de desenhos. Apesar de ter muito humor, o epílogo do livro é comovente e triste, é difícil não pensar no amor destruído e na história sem final feliz do casal, assim como na partida de Valhalarama para a sua última batalha, levando até o fim a sua metade do coração de rubi.


Veja o primeiro livro da série: Como Treinar o Seu Dragão.
Veja o segundo livro da série: Como Ser um Pirata 
Veja o terceiro livro da série: Como Falar Dragonês 
Veja o quarto livro da série: Como Quebrar a Maldição de um Dragão 
Veja o sexto livro da série:  Guia do Herói para Vencer Dragões Mortais

Veja mais livros de Ficção.
Veja mais livros de Aventura.

sábado, 10 de dezembro de 2011

FICHA: Como Quebrar a Maldição de um Dragão

"- Foi tão corajoso de sua parte! - sussurrou ela. - Para um garoto, naturalmente... Mergulhar na sopa daquele jeito! Nós NUNCA teríamos descoberto onde eles guardam a batata se você não tivesse feito aquilo...
Soluço pensou em lhe dizer que fora puramente um acidente, mas então pensou melhor.
- Ah, você sabe... - replicou ele, modestamente, em um sussurro. - Não foi nada. Eu faço esse tipo de... mergulho o tempo todo."


Autor(a): Cressida Cowell
Editora: Intrínseca
Ano: 2010
Número de Páginas: 240
Título Original: How to cheat a dragon's curse
ISBN: 978-85-8057-004-5
Filme: Não. Só para o primeiro livro da série.
Jogo: Não. Só para o primeiro livro da série.
Indicado para: Quem gosta de livros infantis e divertidos, que despertam a fantasia.
Contra-indicado para: Quem prefere livros mais adultos e próximos à realidade.
Livros Relacionados: Não me recordo de nenhum, no momento.

O livro


Quarto livro da série Como Treinar o Seu Dragão. Durante o pior inverno do arquipélago barbárico em cem anos, Perna-de-peixe está perigosamente doente e Soluço está disposto a tudo para salvar o seu melhor amigo. Camicazi parte com ele e juntos viverão grandes aventuras em busca do antídoto na perigosa Ilha dos Histéricos. Mas será que é realmente Perna-de-peixe quem precisa de ajuda?

Resumo
(Atenção: Não leia se não quiser saber a história e o final do livro!)

Os vikings enfrentam o pior inverno dos últimos cem anos e o mar está congelado, ligando várias ilhas. Os jovens vikings, incluindo Soluço, filho do chefe da tribo, estão em uma Expedição de Caça com Arco e Flecha sobre Esquis. Soluço encontra seis pessoas da Tribo Histérica e seu amigo, Perna-de-peixe, os ataca. Os Histéricos perseguem Perna-de-peixe e para salvá-lo Soluço acerta o chefe deles, Norberto, com uma flecha. No final, todos voltam para a Ilha de Berk em segurança
No Dia de Freya é celebrado a chegada da primavera e a Tribo das Ladras do Pântano é convidada. Camicazi, amiga de Soluço, chega. Perna-de-peixe tem um novo ataque e xinga o seu instrutor, Bocão, e o pai de Soluço, Stoico. Soluço fica preocupado e o leva até Velho Enrugado, que diz que Perna-de-peixe foi mordido pela Vorpente Venenosa e morrerá se Soluço não trouxer a batata que está com Norberto, da Tribo Histérica, o único antídoto conhecido.

Soluço parte de trenó com Camicazi. Ele é capturado pelos Histéricos e Norberto mostra-lhe a batata com uma flecha presa: quem retirar a flecha livrará a ilha do dragão Garra da Destruição e será o governante de todas as ilhas vikings. Camicazi liberta Soluço, eles roubam a batata e são perseguidos por Norberto, que os alcança em meio ao mar congelado. Soluço tira a flecha da batata, o gelo se rompe e eles entram no barco que Soluço trouxe amarrado ao trenó. Garra da Destruição pega a batata de Soluço e a come, pois ele também tinha vorpentite. Soluço chora e volta para Berk arrasado.

Soluço vai ao encontro de Perna-de-peixe e descobre que ele só tinha um resfriado. De repente, o corpo de Soluço fica rígido e ele desmaia. Velho Enrugado diz que se confundiu e Soluço é quem tem vorpentite. Soluço tenta dizer algo e Perna-de-peixe o entende, atirando nele com a flecha que estava antes na batata. A flecha faz efeito e Soluço é curado.

Opinião Pessoal

Desta vez Soluço tem uma nova companheira de aventuras, a carismática Camicazi. Louca por aventuras e super animada, Camicazi brilha nesta história ao lado do personagem principal. Soluço e Perna-de-peixe provam o quanto a amizade que os une é forte, em um enredo comovente. É incrível como a autora consegue manter os personagens antigos e ainda agregar tantos novos. A cada história novos personagens entram e ganham seu espaço. Ação, aventura, bom-humor, tudo como no primeiro livro.


Veja o primeiro livro da série: Como Treinar o Seu Dragão.
Veja o segundo livro da série: Como Ser um Pirata 
Veja o terceiro livro da série: Como Falar Dragonês 
Veja o quinto livro da série: Como Mudar uma História de Dragão 
Veja o sexto livro da série:  Guia do Herói para Vencer Dragões Mortais

Veja mais livros de Ficção.
Veja mais livros de Aventura.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

FICHA: Como Falar Dragonês

"- Ah, TUDO BEM! - disse a garota com um suspiro quando finalmente parou. Agora que ela não estava se mexendo tanto, Soluço conseguia perceber que ela era realmente muito pequenina, ou pelo menos menor que ele. - Eu estava mesmo louca para derramar um pouco de sangue.
Ela sorriu para Soluço.
- Você até que não luta mal, na verdade, para um menino, é claro..."


 Autor(a): Cressida Cowell
Editora: Intrínseca
Ano: 2010
Número de Páginas: 240
Título Original: How to speak dragonese
ISBN: 978-85-98078-95-3
Filme: Não. Só para o primeiro livro da série.
Jogo: Não. Só para o primeiro livro da série.
Indicado para: Quem gosta de livros infantis e divertidos, que despertam a fantasia.
Contra-indicado para: Quem prefere livros mais adultos e próximos à realidade.
Livros Relacionados: Não me recordo de nenhum, no momento.

O livro


Terceiro livro da série Como Treinar o Seu Dragão.Os romanos armam um plano para conquistar os vikings e roubar os seus dragões, mas não será fácil assim, pois nosso herói Soluço mais uma vez vai entrar em ação. Soluço é um jovem viking desajeitado, filho e herdeiro do chefe da tribo dos Hooligans Cabeludos, que tem um dragão minúsculo e genioso chamado Banguela. Ele é corajoso, inteligente e sempre tem um plano para salvar o dia. Desta vez, além do seu grande amigo Perna-de-peixe e do seu dragãozinho Banguela, ele vai contar com a ajuda de uma garotinha corajosa e animada chamada Camicazi, herdeira da tribo viking das Ladras do Pântano.

Resumo
(Atenção: Não leia se não quiser saber a história e o final do livro!)

Jovens vikings, incluindo Soluço, estão em uma aula sobre como abordar uma nau inimiga e seu exercício é abordar um pequeno barco de pesca pacífico. Soluço e Perna-de-peixe se perdem e abordam um barco romano por acidente. Perna-de-peixe é capturado, Soluço se esconde e ouve que os romanos pretendem se disfarçar de Hoolingans para roubar a herdeira das Ladras do Pântano e se disfarçar de Ladras do Pântano para roubar o herdeiro Hoolingan, assim as duas tribos estariam distraídas com a guerra enquanto os romanos roubariam todos os dragões. Soluço arma uma confusão e foge com Perna-de-peixe, mas Banguela é capturado.

Soluço volta arrasado para casa. O pai de Soluço fica irado com o boletim do filho e diz que Banguela não será resgatado. Soluço acorda no dia seguinte ouvindo a canção de um nanodragão que ele resgatou do barco romano, o nanodragão diz que está em dívida com ele e que virá em seu socorro se ele chamar seu nome: Ziggerastica. Chega uma carta das Ladras do Pântano acusando Stoico de ter roubado a herdeira da tribo. Soluço tenta avisar ao pai que é o plano romano, mas não é ouvido. Romanos fingindo ser Ladras do Pântano seqüestram Soluço e Perna-de-peixe e os levam para o Forte Sinistro.

Soluço descobre que o general romano na verdade é Alvin, arqui-inimigo dele, que pretende formar um exército de dragões e pegar o tesouro de Barbadura. Os meninos são jogados no calabouço, junto com Banguela e a herdeira das Ladras do Pântano, Camicazi. A garotinha tenta várias fugas, mas sempre é capturada. Soluço chama Ziggerastica e arma um plano. Os romanos jogam Soluço e seus amigos em uma arena romana junto com dragões-tubarões. Conforme o plano, os nanodragões levantam Soluço e todos pensam que ele é um Deus e sabe voar, o cônsul romano promete ir embora e nunca mais voltar. Ainda parte do plano, a represa se rompe e a água do mar entra no estádio, fazendo todos fugirem com medo dos dragões tubarões.
Os jovens entram em um balão, Alvin se segura no fundo do cesto com o seu gancho enquanto o balão sobe. Soluço pede que todos façam o balão girar e o gancho de Alvin desatarraxa, fazendo ele cair no mar. Do balão eles vêem uma patrulha de resgate que Stoico, pai de Soluço, enviara. Alvin colocou uma vorpente venenosa, espécie de dragão minúsculo, como armadilha dentro do caderno de Soluço, e enquanto o balão desce, ela caminha pelo garoto e pelo seu amigo, Perna-de-peixe. Todos voltam felizes para casa, sem saber que um dos dois foi picado pela Vorpente Venenosa.

Opinião Pessoal

A série continua com o mesmo fôlego e essa é mais uma aventura repleta de ação do nosso jovem guerreiro viking. Muito humor, diversão e criatividade, enredo bem amarrado, história bem construída e muitas ilustrações, todos os elementos continuam presentes, portanto, quem gostou dos primeiros livros da série também vai adorar esse. Banguela desta vez está ainda mais birrento e faz até greve, mas o seu lado carinhoso também fica mais explícito. E a grande novidade do livro é a garotinha Camicazi, atrevida, corajosa, pequenina, uma grande aquisição para o grupo de amigos de Soluço. Podemos perceber a relação entre Soluço e Banguela crescendo e o vínculo entre os dois se fortalecendo,  a confiança dos amigos de Soluço nos seus planos e na sua competência também cresce, pois, sabe Thor como, todos sempre acabam vivos, no final das contas.


Veja o primeiro livro da série: Como Treinar o Seu Dragão.
Veja o segundo livro da série: Como Ser um Pirata 
Veja o quarto livro da série: Como Quebrar a Maldição de um Dragão
Veja o quinto livro da série: Como Mudar uma História de Dragão 
Veja o sexto livro da série: Guia do Herói para Vencer Dragões Mortais

Veja mais livros de Ficção.
Veja mais livros de Aventura.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

FICHA: Como Ser um Pirata

"- Quer dizer - continuou Perna-de-peixe - até agora, hoje, nós escapamos por muito pouco de ser: 1. Destroçados por Dragões Caveiras. 2. Comidos por párias canibais. 3. Carbonizados a bordo de um navio. 4. Afogados no fundo do oceano... E agora, aqui estamos nós, aprisionados numa caverna submarina e inacessível, enfrentando a MORTE LENTA POR INANIÇÃO... Hoje foi mesmo um dia MUITO RUIM."


 Autor(a): Cressida Cowell
Editora: Intrínseca
Ano: 2010
Número de Páginas: 224
Título Original: How to be a pirate
ISBN: 978-85-98078-77-9
Filme: Não. Só para o primeiro livro da série.
Jogo: Não. Só para o primeiro livro da série.
Indicado para: Quem gosta de livros infantis e divertidos, que despertam a fantasia.
Contra-indicado para: Quem prefere livros mais adultos e próximos à realidade.
Livros Relacionados: Não me recordo de nenhum, no momento.

O livro


Segundo livro da série Como Treinar o Seu Dragão. Dessa vez nosso amigo Soluço está treinando o uso da espada e não vai indo muito bem. Ele é arrastado em uma fantástica aventura em busca do tesouro de Barbadura, o Terrível, enfrenta párias e sobrevive à criaturas muito perigosas, descobrindo que, afinal, ele não é tão ruim com espadas quanto parecia.

Resumo
(Atenção: Não leia se não quiser saber a história e o final do livro!)

Soluço e os outros jovens vikings da tribo dos Hooligans Cabeludos participam do Programa de Treinamento de Piratas. Ele se oferece para lutar contra Bafoca e quase é morto, mas o barco colide contra algo e se parte, lançando todos na água. O objeto que pefurou o barco era um caixão que pertenceu à Barbadura, tataravô de Soluço e trazia a inscrição "Não abra". O caixão é levado até Stoico, chefe da tribo e pai de Soluço, que decide abri-lo. Todos se assustam quando o cadáver que está no caixão começa a se mexer. Na verdade o que eles pensaram ser um cadáver é um homem bem vivo, que diz se chamar Alvin e ser fazendeiro. Ele conta que encontrou o caixão com um mapa e uma charada e os mostrou aos Cabeças-ocas, que não acreditaram nele e o jogaram no mar. Alvin convence Stoico a ir em busca do tesouro de Barbadura.
Eles chegam à ilha habitada pelos caveiras, dragões surdos e cegos, mas com excelente olfato. Melequento acha o baú de Barabadura, onde também estava escrito "Não abra". Mesmo assim eles abrem e encontram um pequeno tesouro impregnado com um cheiro forte que desperta os caveiras. Todos sobrevivem e fogem para o barco, mas Soluço desloca o braço direito e passa a usar uma tipóia. Eles já estavam chegando à sua terra, quando são surpreendidos por vários homens no navio, chefiados por Alvin, que é na verdade o chefe de uma malvada tribo viking chamada "Párias". Ele quer ficar com o tesouro e vender os prisioneiros como escravos, exceto Stoico e Soluço, que serão comidos. Quando Soluço ia ser morto, Banguela consegue virar o barril no qual estava preso, que sai rolando e derruba Alvin. Com a distração, os Hooligans reagem e começa uma batalha, todos descobrem que Perna-de-peixe é um Berserk, um tipo de guerreiro que entra em uma espécie de transe durante a luta e são muito respeitados pelos vikings.
O barco começa a pegar fogo e afunda, junto com Alvin, Perna-de-peixe, Soluço e Banguela. Eles ficam em uma bolsa de ar que se formou em baixo do barco, que continua afundando até chegar ao fundo do oceano. Banguela acha uma caverna no fundo do mar e eles o seguem. Na caverna, Banguela encontra uma porta que esconde o verdadeiro tesouro de Barbadura. Alvin tenta matar Soluço, que fica surpreso ao perceber que é canhota e usa a espada muito bem com o braço esquerdo. Eles lutam até uma criatura sair do tesouro , comer Alvin e pegar Soluço. Soluço engana a criatura e faz com que ela injete veneno em si mesma, assim a criatura morre. Soluço acha uma carta endereçada ao herdeiro de Barbadura e decide que não está pronto para aquele tesouro. Então, pede segredo a Perna-de-peixe e voltam para a Vila, onde têm uma recepção de heróis.

Opinião Pessoal

O livro é totalmente coerente com a história contada no primeiro livro da série, mantendo todas as características que tanto agradaram os leitores: personagens hilários, boas ilustrações e muita imaginação. O vigor da história continua o mesmo, um enredo ágil, gostoso e muito divertido. Todos os personagens retornam e podemos matar a saudade deles. Melequento está cada vez mais irritante e perigoso. Banguela está deliciosamente mais teimoso e engraçado. Nossos pequenos heróis atrapalhados começam a descobrir algumas habilidades de guerreiro viking: Perna-de-peixe se revela um Berserk (uma espécie de guerreiro respeitado) e Soluço descobre que é um bom espadachim.


Veja o primeiro livro da série: Como Treinar o Seu Dragão
Veja o terceiro livro da série: Como Falar Dragonês 
Veja o quarto livro da série: Como Quebrar a Maldição de um Dragão
Veja o quinto livro da série: Como Mudar uma História de Dragão 
Veja o sexto livro da série: Guia do Herói para Vencer Dragões Mortais

Veja mais livros de Ficção.
Veja mais livros de Aventura.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

FICHA: Como Treinar o Seu Dragão

"- QUERO P-P-PEIXE AGORA! QUERO C-C-COMIDA AGORA!! GATO É GOSTOSO! QUERO COMER AGORA!
- Não TEMOS peixe - repetiu Soluço entredentes, sentindo que a paciência já estava acabando -, e você não pode comer o gato. Eu gosto dele."


 Autor(a): Cressida Cowell
Editora: Intrínseca
Ano: 2010
Número de Páginas: 224
Título Original: How to Train Your Dragon
ISBN: 978-85-98078-71-7
Filme: Sim. Filme de mesmo nome, lançado nos EUA em 2010. Uma animação inspirada no livro, a história sofre muitas mudanças e se distancia bastante do texto original, mas ainda assim é um ótimo filme.
Jogo: Sim. Jogo de mesmo nome, baseado no filme.
Indicado para: Quem gosta de livros infantis e divertidos, que despertam a fantasia.
Contra-indicado para: Quem prefere livros mais adultos e próximos à realidade.
Livros Relacionados: Não me recordo de nenhum, no momento.

O livro


Primeiro livro da série Como Treinar o Seu Dragão. Trata-se da história de um garotinho chamado Soluço, filho do líder de uma tribo viking. Ele é pequeno, desajeitado e todos pensam que ele não é nem um pouco heróico, até que um grande perigo ameaça sua ilha e Soluço tem a oportunidade de mostrar todo o seu heroísmo.

Resumo
(Atenção: Não leia se não quiser saber a história e o final do livro!)

Dez garotos da tribo dos Hooligans Cabeludos, incluindo Soluço, filho do chefe de sua tribo, vão ao Rochedo do Dragão Selvagem capturar dragões. Esse é o teste de iniciação para provar que merecem pertencer à tribo. Eles entram na caverna onde fica o berçario dos dragões e tudo vai bem, até que Perna-de-peixe espirra, acordando os filhotes, que os perseguem. Perna-de-peixe ainda está sem um dragão, então Soluço entrega o seu para ele, volta e captura outro. Em meio a confusão todos sobrevivem e conseguem seus dragões.

Umas três semanas depois o dragão de Soluço desperta, ele é pequenino e é chamado de Banguela porque só tem um dente. Soluço tenta treiná-lo da forma tradicional, gritando com ele, mas não consegue e tenta vários métodos até descobrir que dragões adoram piadas. Para cada tarefa executada por Banguela, Soluço conta uma piada. A última etapa da iniciação é mostrar as habilidades do dragão no Dia de Thor, quando a tribo dos Hooligans Cabeludos se reúne com a dos Cabeças-ocas para iniciar seus jovens. Chegado o dia, tudo estava indo bem até Banguela começar uma briga que acaba envolvendo todos os dragões. A tribo decide banir todos os jovens, que teriam até o dia seguinte para ir embora.

Enquanto isso, uma tempestade carrega dois dragões gigantescos para a praia e o maior come o menor. Os vikings convocam um conselho para decidir o que fazer e optam por ir até a praia e gritar ao mesmo tempo "Vá embora", o que não dá certo. Então eles pedem que Soluço converse com ele, pois é o único que sabe dragonês, e o dragão, chamado Morte Verde, diz que comerá todos quando estiver com fome.

Os adultos continuam discutindo o que fazer. Um dos garotos conta à Soluço que há outro dragão enorme em outra praia e ele monta um plano, fazendo com que os dragões lutem entre si. O Morte Verde mata o outro dragão e vai atrás de Soluço. Ele o engole, mas Soluço fica preso na garganta do dragão, bem em frente aos buracos que expelem fogo, e os tampa com seu capacete. Banguela entra no nariz do dragão e o faz espirrar Soluço. O dragão tenta cuspir fogo em Soluço, que está desacordado, mas não consegue e explode. Banguela também está ferido e desmaia.

Soluço acorda dois dias depois e dizem a ele que Banguela está morto, mas ele percebe que seu dragão está apenas em coma por adormecimento. Ele corre para impedir o funeral, chegando bem na hora em que estão jogando flechas em chamas no barco que leva o corpo de Banguela. Soluço chora ao ver o barco incendiado, mas no último momento Banguela escapa do fogo como uma Fênix.

Opinião Pessoal

Um livro fantástico e maravilhosamente divertido! Embora a maioria dos seus personagens sejam um tanto estereoripados, Soluço é um carinha bem legal e normal, e é fácil identificar-se com ele. Os nomes dos personagens e locais são um show a parte. A inversão de valores do livro é muito interessante, e vale a regra de quanto mais violento e trapaceiro, melhor. Soluço vem desconstruir essa visão de mundo viking e vai de encontro aos valores de sua sociedade. A história é dinâmica e bem construída, ao mesmo tempo hilária e tocante. O livro é repleto de ilustrações da própria autora, que casam de forma perfeita com o enredo e a proposta do livro. Os dragões são seres incríveis e Banguela é apaixonante em sua teimosia e vaidade. Antes que você possa perceber, estará torcendo loucamente por Soluço e apaixonada por Banguela.


Veja o segundo livro da série: Como Ser um Pirata 
Veja o terceiro livro da série: Como Falar Dragonês 
Veja o quarto livro da série: Como Quebrar a Maldição de um Dragão
Veja o quinto livro da série: Como Mudar uma História de Dragão 
Veja o sexto livro da série: Guia do Herói para Vencer Dragões Mortais

Veja mais livros de Ficção.
Veja mais livros de Aventura.

domingo, 4 de dezembro de 2011

FICHA: Praticamente Inofensiva

"- É hora de você assumir as suas responsabilidades, Arthur.
Arthur tentou compreender aquele comentário. Sabia que sempre levava mais ou menos um minuto para entender exatamente o que as pessoas estavam falando, então deixou mais ou menos um minuto passar, sem a menor pressa. A sua vida era tão agradável e tranqüila naqueles dias que tinha tempo de sobra para esperar as coisas fazerem sentido na sua cabeça. Então deixou as coisas fazerem sentido.
Ainda não tinha entendido direito o que ela queria dizer com aquilo. Então, no final das contas, foi obrigado a perguntar.
Trillian lhe deu um sorriso contido e virou-se para a porta da cabana.
- Random? - chamou ela. - Venha cá. Venha conhecer o seu pai."



Autor(a): Douglas Adams
Editora:Sextante
Ano: 2010
Número de Páginas: 191
Título Original: Mostly Harmless
ISBN: 978-85-99296-98-1
Filme: Não. O filme baseado no primeiro livro desta série não teve continuação.
Jogo: Não. Só para o primeiro livro da série.
Indicado para: Quem gosta de viajar em livros completamente loucos e de humor refinado.
Contra-indicado para: Quem prefere livros mais próximos à realidade. Também não é indicado para pessoas muito jovens, existem algumas expressões um pouco complicadas e um ou outro termo inadequado para crianças.
Livros Relacionados: Não me recordo de nenhum, no momento.

O livro


Quinto livro da série "O Mochileiro das Galáxias", é a continuação da aventura de Arthur Dent. Desta vez Arthur, Ford e Trillian estão separados, até que, por motivos diversos, se reencontram. Surge também a personagem Random, que terá um importante papel no destino de todos.

Resumo
(Atenção: Não leia se não quiser saber a história e o final do livro!)

Nesta dimensão, Tricia é âncora de tv. Ela havia conhecido um homem de outro planeta que a havia convidado para ir embora, mas ela volta para pegar a bolsa e quando retorna a nave dele já está decolando. Ela então larga a carreira de astrofísica e torna-se repórter. Ela sempre se pergunta o que teria acontecido se ela houvesse ido com ele e lamenta ter voltado para pegar a bolsa. Uma noite, uma nave desce em seu jardim e seus tripulantes contam que estão monitorando a Terra e precisam de sua ajuda. Ela os acompanha à Rupert, o décimo planeta do nosso sol.

Ford vai ao prédio do Guia e descobre que está sendo feita uma nova versão. Ele rouba o cartão do novo editor, deixando-o inconsciente, e altera os computadores do prédio. Ford encontra a nova edição do Guia e envia para ele mesmo, mas aos cuidados de Arthur.

Arthur está em busca de um planeta parecido com a Terra, pagando suas viagens com DNA. Fazia um ano que Fenchurch sumira em um acidente no hiperespaço e Arthur está sozinho e arrasado. Em mais uma de suas viagens ocorre outro acidente no hiperespaço, do qual ele é o único sobrevivente.

Muito tempo depois, Trillian vai ao planeta em que Arthur está vivendo como um feliz fazedor de sanduíches. Ela o apresenta sua filha, Random, e conta que quis ser mãe, então foi a um banco de DNA, encontrando o único DNA compatível: o dele. Ela vai embora cobrir uma guerra e deixa Random com o pai.

O pacote com o Guia chega e Arthur o guarda para Ford, mas a filha dele o leva para a floresta e abre. O Guia transforma-se em um pássaro. Ford desce no lugar onde Random está e vai em sua direção, ela o ataca e foge com a nave. Arthur o encontra e os dois usam a migração das Bestas Perfeitamente Normais para ir a outro planeta, onde conseguem uma nave.

Ford, Arthur, Trillian, Trícia e Random se encontram em um clube na Terra e, finalmente, o planeta deixa de existir. O capitão da nave Vogon cumpriu sua missão.

Opinião Pessoal

Finalmente, o fechamento da série. O livro continua sendo muito bom, mas tem alguns problemas básicos. Eu, particularmente, gosto de esclarecer todas as dúvidas e ver todas as pontas da história bem amarradas, e esperava encontrar neste livro a resposta para as questões que os livros anteriores deixaram em aberto. Onde foram parar os golfinhos, por exemplo. Além disso, ele livro acrescenta outras dúvidas: onde foi parar Fenchurch, Zaphod e o que foi feito de Marvin, que eu tanto amo?

Este livro tem um tom triste e o humor já não aparece com tanta força quanto nos primeiros livros. Mas continua cheio da boa filosofia de Adams e nos faz refletir sobre diversas coisas. Embora tenha seus defeitos, é uma história tocante e quando terminei de ler senti que nenhum outro final seria tão perfeito, que tudo realmente estava destinado a acabar assim.



Veja o primeiro livro da série: O Guia do Mochileiro das Galáxias 
Veja o segundo livro da série: O Restaurante no Fim do Universo
Veja o terceiro livro da série: A Vida, o Universo e Tudo Mais 
Veja o quarto livro da série: Até Mais, e Obrigado pelos Peixes!

Veja mais livros de Ficção.
Veja mais livros de Aventura.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

FICHA: Até Mais, e Obrigado pelos Peixes!

"- Marvin? - disse Arthur bruscamente, agachando-se ao lado dele. - É você?
 - Você continua imbatível quanto às perguntas superinteligentes não? - gemeu ele."



Autor(a): Douglas Adams
Editora:Sextante
Ano: 2010
Número de Páginas: 142
Título Original: So Long, and Thanks For All the Fish
ISBN: 978-85-99296-97-4
Filme: Não. O filme baseado no primeiro livro desta série não teve continuação.
Jogo: Não. Só para o primeiro livro da série.
Indicado para: Quem gosta de viajar em livros completamente loucos e de humor refinado.
Contra-indicado para: Quem prefere livros mais próximos à realidade. Também não é indicado para pessoas muito jovens, existem algumas expressões um pouco complicadas e um ou outro termo inadequado para crianças.
Livros Relacionados: Não me recordo de nenhum, no momento.

O livro


Quarto livro da série "O Mochileiro das Galáxias", é a continuação da aventura de Arthur Dent. Ele narra a forma como Arthur conhece e se apaixona por Fenchurch, a aventura deles em busca de respostas, assim como a viagem até o planeta que guarda a Mensagem Final de Deus para Sua Criação.

Resumo
(Atenção: Não leia se não quiser saber a história e o final do livro!)

O Guia do Mochileiro das Galáxias é atualizado e tudo o que Ford escreveu enquanto esteve na Terra estava lá.

Arthur chega à Terra e encontra tudo no mesmo lugar, inclusive sua casa, a única coisa diferente era um misterioso aquário deixado de presente no seu quarto. No caminho de casa, pega carona com um homem e fica encantado com a irmã dele, Fenchurch, que estava desacordada. Ele a encontra por acaso no dia seguinte e consegue o seu telefone, mas em seguida o perde e fica arrasado. Mesmo assim, por sorte, ele a encontra novamente. Eles se apaixonam e ficam um tempo juntos na casa dela, depois decidem viajar para procurar Wonko, o São, que poderia esclarecer algumas dúvidas deles. Wonko, Fenchurch e Arthur descobrem que os três ganharam um aquário, presente dos golfinhos, que deixaram a Terra.

Arthur volta para a sua casa e leva Fenchurch. Ford chega à Terra e vai para lá também. Juntos, todos vão para um planeta ver a Mensagem Final de Deus para Sua Criação, onde também encontram Marvin.

Opinião Pessoal

Neste livro os outros personagens abrem espaço para que Arthur domine a cena. Ele está deliciosamente apaixonado e a nova personagem, Fenchurch, combina perfeitamente com ele. O livro segue o ritmo dos outros, com os mesmos elementos que caracterizam a série. Eu esperava mais deste livro, o que não quer dizer que ele seja ruim, apenas não tão fantástico quanto os primeiros.




Veja o primeiro livro da série: O Guia do Mochileiro das Galáxias 
Veja o segundo livro da série: O Restaurante no Fim do Universo
Veja o terceiro livro da série: A Vida, o Universo e Tudo Mais 
Veja o quinto livro da série: Praticamente Inofensiva

Veja mais livros de Ficção.
Veja mais livros de Aventura.

terça-feira, 12 de julho de 2011

FICHA: A Vida, o Universo e Tudo Mais

"- Minha capacidade para ser feliz - acrescentou - poderia ser colocada numa caixa de fósforos, sem tirar os fósforos antes."


Autor(a): Douglas Adams
Editora:Sextante
Ano: 2010
Número de Páginas: 160
Título Original: Life, the Universe and Everything
ISBN: 978-85-99296-96-7
Filme: Não. O filme baseado no primeiro livro desta série não teve continuação.
Jogo: Não. Só para o primeiro livro da série.
Indicado para: Quem gosta de viajar em livros completamente loucos e de humor refinado.
Contra-indicado para: Quem prefere livros mais próximos à realidade. Também não é indicado para pessoas muito jovens, existem algumas expressões um pouco complicadas e um ou outro termo inadequado para crianças.
Livros Relacionados: Não me recordo de nenhum, no momento.

O livro


Terceiro livro da série "O Mochileiro das Galáxias", é a continuação da aventura de Arthur Dent e seus amigos através da galáxia. Desta vez, eles desvendarão a história galáctica com a ajuda de um novo aliado: Slartibartfast, que guiará Arthur Dent e seus amigos na tentativa de impedir uma guerra capaz de destruir todo o universo.

Resumo
(Atenção: Não leia se não quiser saber a história e o final do livro!)


Ford e Arthur permanecem muito tempo na Terra até que, devido a uma anomalia espaço-temporal, eles se materializam em um campo de críquete da Inglaterra dois dias antes da Terra ser demolida. Eles encontram Slartibartfast (um dos criadores da Terra que havia aparecido no primeiro livro), que tinha vindo pegar as cinzas que seriam o troféu da partida. Uma nave chega e rouba as cinzas e Arthur e Ford vão embora com Slartibartfast.

Marvin não é destruído e para em um planeta habitado por colchões. Trillian se teleporta e deixa Zaphod sozinho na nave. Os mesmos robôs que roubaram as cinzas aparecem na nave de Zaphod e atiram nele. Slartibartfast conta sobre a guerra de Krikkit, iniciada quando os krikkitianos descobriram que havia um universo além do seu mundo e resolveram destruí-lo. Quando vencidos, a punição foi serem trancados em um envoltório de tempolento, de onde sairiam quando o restante do universo chegasse ao fim. A fechadura ficaria em um asteróide e a chave seria o Portal de Wikkit, composto de cinco partes. Porém, uma nave não foi trancada  no envoltório e tenta recuperar a chave, agora dividida e espalhada pelo espaço-tempo.
Arthur, Ford e Slartibartfast vão a uma festa recuperar outra parte da chave, porém mais uma vez os robôs a levam. Trillian estava na festa e se junta aos amigos, seguindo os robôs até o asteróide, onde encontram Zaphod. O envoltório de tempolento é aberto e os amigos resolvem descer em krikkit, exceto Zaphod, que é levado de volta à nave. No planeta, os amigos são capturados por krikkitianos e levados ao líder. Zaphod se arrepende e volta, encontrando Marvin, que havia sido resgatado pelos robôs e estava em krikkit também.

Trillian mostra aos krikkitianos que eles foram manipulados e a idéia de destruir o universo foi uma armação de Hactar, um supercomputador. Eles conseguem frustrar os planos de Hactar e a destruição do universo é evitada. Arthur decide parar de viajar e viver em krikkit.

Opinião Pessoal

Não achei este livro tão surpreendente quanto os outros dois primeiros da série, mas é igualmente bom. O enredo dos livros se encaixam com perfeição e é muito bem escrito. Neste há mais viagens no tempo e este vai e vem às vezes confunde um pouco. A crítica social continua presente, principalmente na xenofobia dos krikkitianos, assim como o delicioso humor de Douglas Adams.



Veja o primeiro livro da série: O Guia do Mochileiro das Galáxias 
Veja o segundo livro da série: O Restaurante no Fim do Universo
Veja o quarto livro da série: Até Mais, e Obrigado pelos Peixes! 
Veja o quinto livro da série: Praticamente Inofensiva

Veja mais livros de Ficção.
Veja mais livros de Aventura.

terça-feira, 5 de julho de 2011

FICHA: O Restaurante no Fim do Universo

"- Os primeiros dez milhões de anos foram os piores - disse Marvin. - Os segundos dez milhões de anos também foram os piores. Os terceiros dez milhões de anos não foram nada agradáveis. Depois disso eu entrei numa fase de decadência."


Autor(a): Douglas Adams
Editora:Sextante
Ano: 2010
Número de Páginas: 173
Título Original: The Restaurant at the End of the Universe
ISBN: 978-85-99296-95-0
Filme: Não. O filme baseado no primeiro livro desta série não teve continuação.
Jogo: Não. Só para o primeiro livro da série.
Indicado para: Quem gosta de viajar em livros completamente loucos e de humor refinado.
Contra-indicado para: Quem prefere livros mais próximos à realidade. Também não é indicado para pessoas muito jovens, existem algumas expressões um pouco complicadas e um ou outro termo inadequado para crianças.
Livros Relacionados: Não me recordo de nenhum, no momento.

O livro


Segundo livro da série "O Mochileiro das Galáxias", é a continuação da aventura de Arthur Dent e seus amigos através da galáxia. Desta vez eles viajarão no tempo até o surpreendente restaurante no fim do universo, onde poderão saborear um boi que se oferece para ser jantado enquanto assistem ao apocalíptico instante final da criação.

Resumo
(Atenção: Não leia se não quiser saber a história e o final do livro!)


A nave Coração de Ouro estava sendo perseguida por uma nave dos Vogons, que foram pagos por psiquiatras para destruírem Arthur e Trillian e evitar a descoberta do sentido da vida. Zaphod invoca um fantasma que os salva, mas durante a fuga os amigos se dividem: Arthur, Ford e Trillian continuam na nave, mas Zaphod e Marvin param em Beta da Ursa Menor, onde vão para o escritório do Guia do Mochileiro das Galáxias.

O prédio do Guia é bombardeado e o prédio inteiro é levado para o maligno planeta Frogstar. Zaphod escapa, deixando Marvin para trás, e descobre que a nave Coração de Ouro estava em seu próprio bolso. Ao entrar nela ele encontra os outros amigos e pede para ir ao restaurante mais próximo, a nave viaja no tempo e os leva então para o Restaurante no Fim do Universo, construído naquele mesmo planeta em um futuro distante.

No restaurante eles recebem uma ligação de Marvin, que os esperou por bilhões de anos e passou a tomar conta das naves do estacionamento. Zaphod se encanta por uma das naves e a rouba com ajuda dos seus amigos, descobrindo depois que era uma nave dublê projetada para se chocar contra o sol durante um show.

A nave volta demais no tempo, antes mesmo da Terra ser destruída. Eles encontram um teleporte na nave, mas Marvin tem que ficar para acionar o sistema. Ford e Arthur vão parar em uma nave que se choca contra um planeta, já Zaphod e Trillian se materializam na Coração de Ouro.

Arthur e Ford descobrem que os tripulantes da nave eram todos estúpidos e que o planeta em que haviam pousado era a Terra, conseqüentemente os terráqueos descenderiam desses tripulantes.

Opinião Pessoal

Quando pensamos que já vimos de tudo, Adams nos surpreende ainda mais. O ponto alto do livro é o restaurante, com o boi se oferecendo para ser jantado em um momento hilário. O enredo se torna cada vez mais louco e as críticas sociais são mais sutis e menos pesadas. O livro mantém a coerência com o primeiro, contendo o mesmo humor inteligente e as críticas bem construídas.


Veja o primeiro livro da série: O Guia do Mochileiro das Galáxias 
Veja o terceiro livro da série: A Vida, o Universo e Tudo Mais 
Veja o quarto livro da série: Até Mais, e Obrigado pelos Peixes! 
Veja o quinto livro da série: Praticamente Inofensiva

Veja mais livros de Ficção.
Veja mais livros de Aventura.

terça-feira, 21 de junho de 2011

FICHA: Os O'Hurley - A Série - Nora Roberts

  

A série conta a saga de uma família, os O'Hurley. Molly e Frank são artistas itinerantes que se casam bem jovens, eles tem um filho chamado Trace e depois trigêmeas chamadas Abby, Maddy e Chantel. Cada livro leva o nome de um dos filhos e mostra como cada um encontra o amor.

Molly e Frank criam seus filhos na estrada, e embora não tenham um lar fixo, eles são cercados de muito amor. Logo os filhos mostram que herdaram o talento dos pais e passam a se apresentar também, para o orgulho de Molly e Frank.

Quando crescem, cada um dos filhos segue um caminho diferente, mas é visível o amor que os mantém unidos. Abby acabou de sair de um casamento desastroso e está reconstruindo sua vida, Maddy é uma dançarina maravilhosa, Chantel é uma talentosa atriz de cinema e Trace sai do mundo artístico para tornar-se um espião.

As histórias conectam-se bem e nos livros seguintes sempre vemos a continuação dos primeiros, inclusive a ligação entre personagens que aparentemente não tinham relação. A série termina com a volta de Trace, que havia brigado com o pai, para casa e a família completa novamente.

Confira cada livro da série:
- Livro 1: Abigail
- Livro 2: Maddy
- Livro 3: Chantel
- Livro 4: Trace

FICHA: Os O'Hurley - Livro 4: Trace - Nora Roberts

Sessão Especial: Literatura de Banca

"- É possível que esteja apaixonada por mim. E é possível que simplesmente seja estúpida."


O livro


Trace era o irmão mais velho da família O’Hurley, e assim como toda a família, cresceu no mundo do espetáculo. Embora amasse sua família, ele passou a discutir cada vez mais com o pai, pois desejava viajar e encontrar seu próprio caminho. Após uma discussão mais forte, Trace partiu. Durante um ano ele viajou pelo mundo, ganhando seu sustento com o talento que herdara dos pais. Um dia, por um acaso do destino, ele salvou a vida de um espião americano chamado Charlie e se tornou espião também.

Já se passaram doze anos desde que ele partiu e agora Charlie, que o levou para o mundo da espionagem, estava morto por uma parada cardíaca. A última missão de Trace quase tinha sido fatal e ele teve uma longa estadia no hospital, devido a um tiro. Precisando de um tempo, ele tira férias e viaja para o Golfo do México.

Por recomendação de Charlie, Gillian viajou para o México em busca de Trace e encontrou-o em um bar. Ela explicou que o pai dela trabalhou em um projeto científico até ficar doente, quando entregou os dados do projeto ao irmão dela, que deu prosseguimento ao mesmo. Porém, o irmão e a sobrinha dela foram sequestrados por uma organização criminosa que tinha interesse no projeto.

Trace tenta não se envolver, mesmo quando ela oferece um bom dinheiro pela ajuda, até que ela diz que Charlie não morreu por uma parada cardíaca, ele havia sido assassinado por um dos membros da organização. Trace vai em busca de vingança e juntos eles lutam para salvar a vida do irmão de Gillian. Logo eles começam a sentir uma forte atração um pelo outro e enquanto Gillian passa a temer pela vida de Trace, ele fará o que for preciso para vê-la feliz novamente.

Opinião Pessoal

Trace era um homem cheio de ideais, mas que no momento encontra-se cansado e desiludido. Gillian é uma doutora em Física, que tem sua família sequestrada e parte em busca de ajuda. Eles viajam e passam por momentos perigosos juntos.

Trace tem vários motivos para não se envolver com Gillian, ele sabe que tornar as coisas pessoais só tornará tudo mais difícil e talvez nem saia vivo desta missão. Para evitar uma aproximação, ele por vezes a magoa e irrita. Mesmo com toda a relutância de Trace, ela não desiste e luta pelo seu amor.

Com a ajuda de Gillian, Trace volta para casa e se reconcilia com seu pai, em um encontro emocionante. Assim, a família O’Hurley está completa novamente.

Este livro é bem diferente dos outros da coleção, pois sai do mundo do espetáculo para o da espionagem. Nele vemos o desfecho da história das trigêmeas e algumas ligações interessantes e inesperadas entre alguns personagens dos livros. Um ótimo final.


Veja os outros livros da coleção Os O'Hurley:
- Livro 1: Abigail
- Livro 2: Maddy
-Livro 3: Chantel

Veja outros livros de Literatura de Banca.

domingo, 12 de junho de 2011

FICHA: Os O'Hurley - Livro 3: Chantel - Nora Roberts

Sessão Especial: Literatura de Banca

" — Quero que você fique — repetiu ela. — Não porque estou com medo, quero que fique pelo que sinto quando você me beija. Quando me abraça. Quando me toca. — Chantel esfregou o rosto no dele. — Quero que fique porque você pode me fazer esquecer que existem outras coisas fora deste quarto."



O livro


Chantel é uma das Trigêmeas O’Hurley. Enquanto Abby optou por viver em uma tranqüila fazenda e Maddy tornou-se uma grande dançarina, Chantel é uma famosa estrela de cinema. Há seis semanas ela está recebendo telefonemas e cartas de um desconhecido e resolveu que já era o momento de tomar uma atitude, então liga para seu agente, Matt. Envolver a polícia não era uma opção, já que ela não queria publicidade sobre isso, então Matt chama Quinn Doran, um conhecido dele e proprietário de uma agência de segurança.

O primeiro contato não é agradável. Quinn não é gentil e a culpa é por se exibir de forma sensual na tela do cinema. Irritada ela o manda embora, mas neste momento chega mais um cartão e Quinn resolve ajudar ao ver o quanto ela ficou abalada. Para não despertar suspeitas, ela o apresenta a todos como namorado.

A tensão e o desejo entre os dois ficam evidentes desde o primeiro momento. Embora se dediquem a irritar um ao outro, eles não resistem à atração que os une e acabam confessando que se amam. Neste ponto o passado de Chantel é revelado, um passado que pode destruir o romance dos dois. Mesmo com toda a proteção que recebe, o homem que a perseguia aparece enquanto ela está sozinha. Agora Quinn precisa salvar Chantel e convencê-la de que ela é tudo o que ele quer.

Opinião Pessoal

Este é o terceiro livro sobre os O’Hurley e traz como personagem principal Chantel, mais uma das trigêmeas.

Chantel é linda, talentosa e exibe para todos a imagem de uma mulher sedutora e fria, e Quinn é o proprietário de uma empresa de segurança que possui um temperamento explosivo. Os dois tem personalidade forte e se enfrentam todo o tempo, muitas vezes através de brincadeiras provocantes, que revelam o desejo que sentem um pelo outro. Quinn a imaginava como uma pessoa egoísta e mimada, mas vai descobrindo que ela é uma mulher batalhadora, que ama a família.

Ele morre de ciúmes ao vê-la fazendo cenas românticas e embora seja arrogante e rude, está ao lado dela sempre que ela precisa, confortando-a de forma gentil e afetuosa.

Os O’Hurley, como sempre, aparecem e Quinn logo se integra a família. Maddy está se casando e Abby grávida, ambas radiantes. Trace ainda é um mistério. Embora se amem, Chantel guarda um segredo no seu passado e Quinn precisa convencê-la de que tudo o que quer é se casar com ela.


Veja os outros livros da coleção Os O'Hurley:
- Livro 1: Abigail
- Livro 2: Maddy
- Livro 4: Trace


Veja outros livros de Literatura de Banca.

terça-feira, 31 de maio de 2011

9º Salão do Livro em Piauí

O 9º Salão do Livro do Piauí (Salipi) e a 14ª edição do Seminário Língua Viva ocorrerão de 05/06/11 a 12/06/11 no Complexo Cultural da Praça Pedro II, em Teresina. A abertura da feira será às 18h30 do domingo (dia 05) no auditório do Clube dos Diários.

As editoras prometem disponibilizar para o público os últimos lançamentos e, além de palestras e fóruns com grandes nomes da literatura nacional e internacional, a programação incluirá dança, música, cinema, poesia e exposições de fotografia e artes.

Para maiores informações acesse: http://www.fundacaoquixote.org.br/

sexta-feira, 27 de maio de 2011

FICHA: Os O'Hurley - Livro 2: Maddy - Nora Roberts

Sessão Especial: Literatura de Banca

" Eu sei que você é capaz de viver sem mim. Sei que você é capaz de chegar ao topo sem mim. E talvez, só talvez, eu possa me afastar de você e sobreviver. Mas não quero arriscar. Farei tudo o que posso para não ter de arriscar."


O livro


Enquanto Abby é a irmã mais tranquila e responsável, que sai do mundo artístico para criar seus dois filhos em uma fazenda, Maddy é um furacão. Cheia de energia e deslocada, adora roupas coloridas, a bagunça do teatro e tem seu coração na dança. Ela está conseguindo com muito esforço uma carreira de sucesso dançando em musicais da Broadway, e seu dia é uma correria entre ensaios e aulas. Acabara de abandonar um espetáculo de sucesso para lançar-se em busca de mais um desafio. Nesta nova peça, ela interpretará uma dançarina de boate.

Ao sair de mais um ensaio, ela quase é assaltada, sendo salva por Reed Valentine, o patrocinador do espetáculo. Eles se encantam imediatamente, embora também percebam o quanto são diferentes um do outro. Maddy não consegue desviar os olhos daquele homem lindo e conservador. Reed fica desnorteado com aquela menina, espontânea, pequena e vibrante, tão diferente da mulher imponente que ele vira nos palcos.

Quando ela vai embora, ele vê que a escova de cabelo dela havia caído e a leva, querendo ter um pretexto para vê-la outra vez. Ele aparece em um ensaio para devolver a escova e fica maravilhado vendo-a dançar. Maddy impulsivamente convida-o para jantar na casa dela e eles têm um jantar maravilhoso, mas vai embora antes de se envolver mais.

Maddy vai ao trabalho de Reed, para entregar a ele uma planta que estava no apartamento dela e que estava morrendo por que ela não sabia como cuidar. Ela encontra o pai de Reed lá, que também fora visitá-lo. O pai dele diz que um dos motivos de patrocinar o espetáculo foi o fato de ter conhecido a família dela há muito tempo. Maddy convida Reed para sair novamente e ele a leva para um restaurante. Eles jantam, saem para dar um passeio e se beijam, mas Reed se afasta. Percebendo a irritação dele pelo que aconteceu, ela vai embora magoada e sozinha.

Maddy conversa com sua amiga Wanda e resolve não desistir. Ela vai ao apartamento de Reed. Ao ver a plantinha que havia levado por lá, se sente mais confiante. Ele confessa que se sente atraído por ela, mas que ela não quer apenas um caso. Ela propõe que sejam amigos e eles passam a se ver com freqüência.

O pai de Reed o convida para assistir um ensaio e eles almoçam com Maddy. Durante o almoço, o pai dele a convida para acompanhá-lo em uma festa. Ela fica feliz em aceitar, mas percebe que Reed a olha irritado e decide ir embora. Eles discutem e ela diz que não irá a festa, já que ele tem vergonha de ser visto com ela. Então ela diz que ele não quer que exista nada entre eles e ele a beija, dizendo que não é verdade. Ele a chama para ir a casa dele depois, para conversarem e esclarecerem a situação.

Ao chegar em casa ela encontra a irmã, Chantel. Ela passa três dias com Maddy, conta as novidades sobre a família e também conversam sobre Reed. Chantel vai embora e chega o dia de Maddy encontrar Reed. Eles passam a noite juntos. Na manhã seguinte ele pensa que ela foi embora e se sente triste e vazio, mas a encontra na cozinha fazendo o café da manhã. Isso o deixa muito feliz. Ele a leva para cama novamente e ela diz que o ama. Reed diz para Maddy que ela está mentindo e ela vai embora magoada, sem se despedir dele.

Maddy vai à festa. Ela dança com o pai de Reed e com outros dançarinos. Ao ver Reed a observando, ela foge para o terraço e ele a segue. Eles confessam que pensaram todo o tempo um no outro e se beijam. Ele pede para Maddy voltar, mas ela diz que não e pede que ele vá embora. O pai de Reed ouve parte da conversa e leva Maddy para casa. Lá ele conta que sofreu um acidente quando Reed tinha 5 anos e descobriu que ele não era seu filho. A mãe de Reed contou tudo para o filho e o abandonou, deixando-o com uma vizinha. Quando sai do hospital, o pai de Reed também o deixa com a vizinha por um mês, até conhecer o pai de Maddy, que o aconselha a voltar.

Reed é surpreendido por uma batida na porta e vê Maddy. Ela faz um streaptease para ele e eles passam a noite juntos. Maddy parte no dia seguinte para a Filadélfia para a estréia do espetáculo. Reed avisa que não poderá ir à estréia. Maddy encontra sua mãe, seu pai, e Abby, com Dylan e os filhos. Abby conta que está grávida. A família sai à noite e volta bem tarde. Reed tenta ligar várias vezes durante a noite e como Maddy não atende, ele resolve viajar para vê-la. Maddy acorda com Reed batendo à sua porta. No início ela fica feliz em vê-lo, mas eles brigam porque Reed só fora até lá por achar que ela estava com outro homem. Ele diz que também ficou preocupado com ela. Eles se reconciliam e passam a noite juntos. No dia seguinte, Reed e o pai conhecem a família de Maddy. Quando estão sozinhos, Reed fala de forma fria para Maddy que se casamento é tão importante para ela eles assinarão um contrato. Mas Maddy não quer um papel e sim sentimentos, então o manda embora e chora. Reed conversa com o pai, conta seus medos e confessa que a ama, aconselhado pelo pai decide consertar as coisas.

Opinião Pessoal

Este livro é o segundo de uma série de quatro, sobre a família O'Hurley. Maddy e Reed são de mundos completamente diferentes. Ela é espontânea, amável e cheia de vida, e ele é realista e conservador. Mesmo assim, Maddy e Reed não negam a grande atração que existe entre eles e sabem o quanto precisam um do outro, mas ele não admite que possa existir algo mais profundo.

Ele foi muito marcado na infância pelo desastroso relacionamento dos seus pais e não acredita em amor, mas Maddy é uma pessoa otimista e mesmo sendo magoada, não desiste dele. Por várias vezes ela o procura, mesmo que ele tente afastá-la. Aos poucos Reed vai se rendendo e não consegue mais fugir do que sente. A família O'Hurley também está presente, com o mesmo amor de sempre. Vemos a Abby grávida e super feliz com o Dylan, e os comentários sobre Chantel e Trace deixam dicas para os livros que virão.


Veja os outros livros da coleção Os O'Hurley:
- Livro 1: Abigail
- Livro 3: Chantel
- Livro 4: Trace

Veja outros livros de Literatura de Banca.