quinta-feira, 7 de outubro de 2010

FICHA: As Brumas de Avalon - A série

As brumas de Avalon
Marion Zimmer Bradley


Autor(a): Marion Zimmer Bradley
Editora: Imago
Ano: 1979
Número de Páginas: 1024 (obra completa)
Título Original: The Mists of Avalon
ISBN: 85-312-0054-7 (obra completa)
Filme: As Brumas de Avalon, lançado em 2001 (EUA), com Anjelica Huston e duração de 180 min.
Jogo: Não.
Indicado para: Quem gosta de mergulhar no íntimo dos personagens e quem gosta de ficção e misticismo.
Contra-indicado para: Quem gosta de enredos em que tudo ocorre em alta velocidade, é fanático por religião (ficará chocado com alguns rituais pagãos) ou não deve ler sobre sexo (tem algumas passagens, embora nada tão picante).
Livros Relacionados: "A Queda de Atlântida: A Teia da Luz e A Teia das Trevas", "Os Ancestrais de Avalon", "Os Corvos de Avalon", "A Casa da Floresta", "A Senhora de Avalon", "A Sacerdotisa de Avalon" e "As Brumas de Avalon". Dizem que são melhor compreendidos se lidos na ordem apresentada acima.

A Série

As Brumas de Avalon é o título de uma série que fez grande sucesso, ficando por três meses na lista dos “bestesellers” do New York Times. Ela é composta por quatro livros: A Senhora da Magia, A Grande Rainha, O Gamo-Rei e O prisioneiro da Árvore.

Mesmo quem já está cansado de ler histórias sobre o rei Artur vai se surpreender com a originalidade desta série, pois a lenda do rei Artur é contada pelo ponto de vista das mulheres, e elas determinam o rumo dos acontecimentos e ditam as escolhas masculinas. Morgana é a narradora do livro e também é o personagem central: todas as relações desenvolvidas entre ela e os outros personagens, assim como as suas escolhas no decorrer dos livros determinam o final da série.

A história é densa e repleta de personagens. Embora tenha certa dose de ação, nota-se que a maior preocupação é traçar o perfil de cada um: a formação da personalidade, o que motiva suas ações. É fantástico como acabamos conhecendo cada detalhe e entendendo onde se originou cada comportamento deles, como se todos fossem velhos conhecidos nossos. Isso torna os personagens e a história incrivelmente reais. Um livro sem heróis ou bandidos, somente pessoas com sentimentos reais, movidos às vezes pelo ódio e outras pelo amor, agindo de acordo com a sua forma como vêem o mundo e aqueles que os cercam.

O ambiente em que se desenrola o enredo é rico, em uma Grã-Bretanha prestes a ser invadida por saxões, em um período em que o cristianismo começa a ganhar força e suplantar as religiões pagãs. Trata-se sobretudo do conflito existente entre a velha religião de Avalon e o cristianismo, personificados respectivamente por Morgana e Gwenhwyfar.

Opinião Pessoal

Considero a série maravilhosa e com certeza ela marcou minha vida. Estou relendo pela terceira vez e a lerei de novo no futuro. É completamente original e surpreendente, embora tenha surgido de uma história que já foi contada de muitas formas. Sempre termino com a sensação de que Avalon e todos os personagens realmente existiram em um passado distante, pois eles são muito humanos e acabamos nos identificando de uma forma ou de outra.



0 comentários: