segunda-feira, 25 de outubro de 2010

FICHA: A Grande Rainha - Livro 2 (As Brumas de Avalon)

"Bem, eu não sou tão corajoso quanto você, pois tenho medo das batalhas, dos saxões e de morrer antes de provar tudo o que for possível. Por isso, não ouso recuar ante qualquer desafio... E tenho medo de que tanto Avalon quanto os cristãos estejam errados e que não haja deuses nem Céu e nenhuma vida depois da morte, de modo que, ao morrer, eu pereça para sempre. Por isso, temo morrer antes de ter saboreado o que me cabe na vida."


Autor(a): Marion Zimmer Bradley
Editora: Imago
Ano: 1979
Número de Páginas: 268 (o de capa vermelha)
Título Original: The Mists of Avalon
ISBN: 85-312-0056-3
Filme: As Brumas de Avalon, lançado em 2001 (EUA), com Anjelica Huston e duração de 180 min.
Jogo: Não.
Indicado para: Quem gosta de mergulhar no íntimo dos personagens e quem gosta de ficção e misticismo.
Contra-indicado para: Quem gosta de enredos em que tudo ocorre em alta velocidade, é fanático por religião (ficará chocado com alguns rituais pagãos) ou não deve ler sobre sexo (tem algumas passagens, embora nada tão picante).
Livros Relacionados: "A Queda de Atlântida: A Teia da Luz e A Teia das Trevas", "Os Ancestrais de Avalon", "Os Corvos de Avalon", "A Casa da Floresta", "A Senhora de Avalon", "A Sacerdotisa de Avalon" e "As Brumas de Avalon". Dizem que são melhor compreendidos se lidos na ordem apresentada acima.

O livro

O segundo livro desta série têm como foco Gwenhwyfar, a Grande Rainha. Vemos como ela vai se transformando após o casamento em uma mulher amargurada, tanto por não dar a Artur um herdeiro para o seu reino quanto por não realizar o seu amor por Lancelote. Ela se esconde cada vez mais na religião, e ao se tornar cada vez mais obcecada pela fé cristã ela tem um papel decisivo no futuro de Avalon.

Resumo
(Atenção: Não leia se não quiser saber a história e o final do livro!)

Morgana está grávida no castelo de Morgause, sua tia. Logo após o nascimento de Gwydion, Morgause descobre quem é o pai da criança e afasta-a de Morgana, com o intuito de criar o bebê como mãe adotiva e ter uma futura arma contra o grande rei.

Após a morte de Uther Igraine vai para um convento. Artur aceita casar-se com Gwenhwyfar devido a um grande dote de homens e cavalos para lutar. Como presente de casamento ele recebe também do pai da noiva a távola redonda. Gwenhwyfar e Lancelote apaixonam-se cada vez mais, e Artur ainda ama Morgana, mesmo assim o casamento ocorre. Lancelote tenta esquecer da Rainha nos braços de Morgana, mas são interrompidos. Morgana fica na corte de Artur por alguns anos, até que mais uma vez Lancelote e ela quase ficam juntos, mas Lancelote a rejeita e ela parte irritada em busca de Avalon.

Gwenhwyfar sente-se cada vez mais culpada por ser estéril. Artur deixa claro que não fará perguntas se ela engravidar de outro, principalmente de Lancelote. Viviane, a Sacerdotisa, visita uma mulher enferma e a pedido dela administra ervas que a matam aliviando o sofrimento, mas o filho da mulher, cavaleiro de Artur, não perdoa Viviane por matar a mãe dele.

Igraine morre e já faz um bom tempo que Morgana está desaparecida. A corte de Artur muda-se para Camelot. Gwenhwyfar engravida mas aborta novamente. Ela diz que Deus os castigou e pede que Artur troque a bandeira pagã por uma cristã. Artur cede e leva a bandeira cristã, traindo Avalon. Eles voltam vitoriosos da batalha.

Quando saiu da corte, Morgana tentou voltar para Avalon, mas falha, indo parar por tempo indeterminado no país das fadas. Quando consegue sair, volta para a corte de Artur, encontrando Kevin no caminho, com quem se deita à noite.

Lancelote propõe à Gwenhwyfar que fujam juntos e a beija. Gwenhwyfar pede à Morgana que use seus conhecimentos para ajudá-la a engravidar, ela então lhe dá um talismã, que realizaria o seu maior desejo, porém, como o maior desejo dela era ter Lancelote, naquela noite o Rei Artur, a Rainha e Lancelote vão juntos para cama.


Opinião Pessoal

Nesta parte da série vemos os personagens se transformando, Lancelote cada vez mais apaixonado e amargurado, Gwenhwyfar ficando mais religiosa, um Rei Artur mais maduro, embora sempre cedendo aos caprichos da Rainha e Morgana, voltando aos poucos às suas raízes de sacerdotisa. É maravilhoso acompanhar o envelhecimento e as mudanças, tão humanas e reais, e que serão decisivas nos próximos livros da série. Muito bom!

Veja outros livros de Ficção.
Veja outros livros de Aventura.

0 comentários: